Área restrita

Notícias

Revitalização da área portuária já começou.

Revitalização da área portuária já começou.

A primeira fase das obras para revitalização da zona portaria do Rio de Janeiro já começou, no entorno da Praça Mauá, e custará cerca de R$ 300 milhões. A afirmação foi feita pelo prefeito Eduardo Paes, na abertura do seminário “Nova Zona Portuária”, que o Jornal do Commercio promoveu na manhã desta quinta-feira, 05 de novembro, no Centro de Convenções SulAmérica. O prefeito disse ainda que, para a segunda fase, será preciso atrair mais investidores. Para ele, o fato de a cidade ter sido escolhida sede olímpica deverá facilitar o contato com o empresariado.

Paes ressaltou que, nas grandes cidades, a região central é importante. “No Rio, a praia, sem dúvida é o espaço mais democrático. Mas o Centro é um lugar em que as pessoas se encontram. Uma área central degradada é sinal de que a cidade não vai bem, de que está doente. Precisamos recuperar esse espaço”, disse o prefeito, que comemorou a aprovação, pela Câmara de Vereadores, na semana passada, de um projeto de lei que criou facilidades para construções e deve despertar o interesse do mercado.

Em sua apresentação, o prefeito lembrou que as construtoras deverão mudar o foco de negócio, optando pelo Centro em vez da Barra. “Grandes empresas estão buscando se fixar na área portuária, temos uma demanda enorme para aquele local”, completou, lembrando que o Porto Maravilha, como ficou conhecido o projeto de revitalização, tem despertado o interesse, inclusive, de investidores paulistas e estrangeiros.

Fonte: Secovi Rio