Área restrita

Notícias

Preço do metro quadrado no país permanece alto e variação acumulada fica em 4,9% em 2013

Preço do metro quadrado no país permanece alto e variação acumulada fica em 4,9% em 2013

O Globo

Os preços dos imóveis continuam subindo. De acordo com o Índice FipeZap Ampliado, que acompanha o preço médio do metro quadrado anunciado, a variação acumulada em 2013 ficou em 4,9%. O registro do último mês foi de 1,0%, um pouco abaixo dos 1,1% de abril. No entanto, considerando a variação do IPCA (IBGE) de 2,9%, o aumento real dos preços dos imóveis neste ano no país é de 2% até o momento.

Na variação mensal de maio, o maior aumento foi em Curitiba, com 3,3%, ante os 3,2% de abril registrado na capital paranaense. Recife teve a segunda maior variação mensal no mês passado (2,9%). A média das 16 cidades pesquisadas em maio foi de 1,0%. Em abril, este número ficou em 1,1% e Curitiba e Recife também apresentaram as maiores variações, de 3,2% e 1,5%, respectivamente.

Já na variação dos últimos 12 meses, Niterói e Rio de Janeiro atingiram os maiores índices. O Rio com 14,5% e Niterói com 14,8%. A média do composto nacional de 7 cidades pesquisadas foi de 11,9%. O mesmo percentual foi registrado na divulgação de maio – mês-base de abril, mostrando estabilidade na variação anual. A capital fluminense também lidera a alta de preço médio do m2 com R$ 9.160. Em São Paulo foi de R$ 7.192 e a média das 16 cidades foi de R$ 6.748.

O Índice FipeZap é desenvolvido e calculado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e acompanha o preço médio do metro quadrado de apartamentos prontos com base em anúncios de imóveis da internet.ou redistribuído sem autorização.