Área restrita

Notícias

Mudanças no IPI e FGTS impulsionam setor.

Mudanças no IPI e FGTS impulsionam setor.

A crise afetou o varejo de forma geral e não poupou a indústria da habitação, que de uma hora para outra paralisou obras e cancelou projetos. Para ajudar na retomada, o governo reduziu o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para alguns materiais de construção e liberou o saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para imóveis de maior valor, de R$ 300 mil para R$ 500 mil.

Construtoras e incorporadoras, que vinham de uma grande fase depois de se capitalizarem no mercado financeiro, se retraíram até reavaliar a melhor forma de passar pela má fase. Mas, nos resultados financeiros do terceiro trimestre, divulgados nas últimas semanas, as empresas têm mostrado que a recuperação já vem acontecendo.

Segundo Celso Petrucci, economista-chefe do Sindicato da Habitação (Secovi), em setembro as vendas de imóveis novos tiveram desempenho recorde na cidade de São Paulo, com 5.049 unidades comercializadas. O total só ficou abaixo das 5.428 unidades vendidas em dezembro de 2007, o melhor momento do setor. “Trabalhamos com uma estimativa de crescimento de 10% a 15% para o ano que vem”, afirma.

Fonte: Revista Zap