Área restrita

Notícias

Índice que reajusta aluguel fecha fevereiro com deflação

Índice que reajusta aluguel fecha fevereiro com deflação

Clipping Imóveis

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), usado para reajustar a maioria dos contratos de aluguel, variou -0,06% em fevereiro. Em janeiro, o índice variou 0,25%. Em 12 meses, o IGP-M elevou-se 3,43%. A taxa acumulada no ano é de 0,19%. O IGP-M é calculado com base nos preços coletados entre os dias 21 do mês anterior e 20 do mês de referência. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (27/2) pelo Instituto Brasileiro de Economia (IBRE), da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) registrou variação de 0,27%, em fevereiro, ante 0,97%, em janeiro. A partir desta divulgação, o IPC passa a ser calculado com base em nova estrutura de ponderação . A principal mudança em relação à estrutura de ponderação anterior foi a criação da oitava classe de despesa, Comunicação. Este novo grupo recebeu dois subitens antes pertencentes ao grupo Habitação: tarifa de telefone residencial e tarifa de telefone móvel.

O grupo Habitação repetiu a taxa de variação da última apuração, 0,32%. Em sentido ascendente, vale destacar a taxa do item aluguel residencial (0,27% para 0,48%). E, em sentido descendente, o destaque cabe ao item material de limpeza (0,85% para -0,21%).

Construção

Já o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registrou, em fevereiro, variação de 0,42%, abaixo do resultado de janeiro, de 0,67%. Dois dos três grupos componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação: materiais e equipamentos, de 0,27% para 0,32%, e serviços, de 0,68% para 0,73%. Em sentido inverso, o grupo mão de obra apresentou desaceleração, tendo sua taxa recuado de 0,98% para 0,43%.