Área restrita

Notícias

Inadimplência de taxas de condomínio chega a 7% no país

Inadimplência de taxas de condomínio chega a 7% no país

LicitaMais

O percentual médio de inadimplentes de taxas de condomínio no Brasil gira em torno de 7% e parte dessa parcela de devedores acaba tendo seu nome incluído no Serasa. A medida é considerada extrema e só pode ser tomada após três meses, por meio de protesto ou ação judicial.

A legislação brasileira prevê que o registro como inadimplente deve ser feito apenas após três meses de dívidas. Em geral, os condôminos recebem primeiramente uma carta afirmando que a administradora do condomínio não recebeu o pagamento. Em seguida, ele é incluído no balancete como inadimplente. Se ainda assim o débito não for quitado, é enviada uma carta registrada ou telegrama fazendo a cobrança.

A partir de então, o condomínio já pode ser protestado na justiça e ter seu nome inscrito no Serasa. A ação jurídica também coloca em risco o patrimônio, pois, em muitos casos, o juiz pode determinar o leilão do imóvel para a quitação das dívidas.