Área restrita

Notícias

Estudo da Pro Teste mostra que brasileiro se protege de acordo com o tipo de habitação em que vive

Estudo da Pro Teste mostra que brasileiro se protege de acordo com o tipo de habitação em que vive

Extra

Com os altos índices de violência nas grandes cidades, a preocupação com medidas de segurança está cada vez maior, especialmente no que diz respeito à proteção domiciliar. Uma pesquisa divulgada este mês pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste) mostra que, entre 1.274 brasileiros, 22% foram vítimas de assalto ou tentativa de roubo em casa, nos últimos dez anos, e 8%, em 2011.

O estudo avaliou as medidas de proteção adotadas pela população, além de tentar identificar as circunstâncias mais comuns em que acontecem assaltos a residências.

Constatou-se que o tipo de habitação influencia nos cuidados dos moradores. Quem vive em casas não geminadas se comporta de forma mais preventiva do que os que moram em apartamentos. Os andares mais baixos, mais próximos da rua, são considerados menos seguros, mesmo em prédios com porteiros.

Medo de quadrilhas

A maioria dos entrevistados disse se sentir mais insegura no próprio lar durante a noite, e revelou que o maior medo é ser vítima de quadrilhas especializadas em roubos a residências. O prejuízo com objetos roubados chega a mais de R$ 10 mil para 13% dos ouvidos. Entretanto, 25% da população não registram queixas na polícia.

Segundo a pesquisa, em 90% dos casos, os mecanismos de segurança instalados nas residências seriam mais eficazes se as pessoas os adotassem juntamente com mudanças de comportamento para prevenir assaltos.

Cuidados para quem mora em casa

Quintal: Os muros são estruturas importantes para evitar que as pessoas da rua vejam detalhes da casa. Outra medida para áreas externas é ter um cachorro, que pode ser treinado para ficar alerta sobre a presença de estranhos.

Janelas: Vale optar por vidros que não estilhaçam e instalar grades e persianas. Um limitador de abertura de janela também ajuda, além de trancas.

Alarme: A instalação de um alarme é considerada a defesa mais eficaz contra roubos, principalmente se conjugada a outros itens.

Cuidados para quem mora em apartamento

Portas: Barras transversais, dobradiças de segurança e trancas especiais são opções baratas e bastante usadas. Também pode-se instalar luzes com sensores de presença nos corredores do prédio, item um pouco mais caro.

Visitas: Os interfones aumentam a segurança, principalmente os modelos com câmera, que permitem ver o visitante. Deve-se também usar olho mágico.

Serviços: Os serviços de portaria e de empresas de segurança privada, principalmente para a vigilância de áreas grandes e durante a noite, são indicados.