Área restrita

Notícias

Cozinhas estreitas são destaque em projetos atuais de arquitetura

Cozinhas estreitas são destaque em projetos atuais de arquitetura

Zap

As cozinhas são o coração da casa. E em alguns apartamentos elas podem vir estreitinhas, parecidas com corredores, principalmente quando as medidas do imóvel são reduzidas. Aliás, de acordo com arquitetos, este modelo de ambiente é bastante comum nos projetos atuais.

“Hoje, você pode encontrar em apartamentos de três quartos, com até 130 metros quadrados, cozinhas estreitas, como opção de economia de espaço”, explica a arquiteta Ana Maria Café.

Num apartamento de sala e dois quartos, com 78 metros quadrados de área, Ana Maria e sua parceira profissional Débora Cherman fizeram algumas adaptações na cozinha de 2 metros de largura por 3 metros de comprimento. Por exemplo: abriram uma grande janela para a sala e incluíram um balcão. A porta, no fundo do ambiente, serve para separá-la da área de serviço. Mas, para que os gatos da cliente possam transitar por todo o espaço, foi incluída uma portinhola na base.

Em cozinhas de poucos metros quadrados é fundamental projetar bem os armários e pensar na marcenaria, de maneira que fique funcional, sem atravancar o ambiente. O branco, usado para ampliar, é quebrado com detalhes em cores quentes, como as pastilhas de vidro vermelhas que cobrem uma das paredes.

Mas nem todas as cozinhas estreitas estão em apartamentos compactos. No projeto dos arquitetos Ricardo Melo e Rodrigo Passos para um apartamento de nada menos que 300 metros quadrados, a cozinha, de 18 metros quadrados, permaneceu estreitinha, com 3 metros de largura e 6 de comprimento.

Antes da reforma, o mobiliário escuro dava a sensação de que a cozinha era ainda mais estreita.

“O projeto já era assim. Optamos por um mobiliário claro e, ao fundo, criamos um painel de azulejos hidráulicos azuis para dar uma bossa e não deixar o ambiente frio”, explica Ricardo.

Dicas para aumentar a sensação de leveza no ambiente – No espaço restrito das cozinhas-corredor, a luz é fundamental. Para isso, os arquitetos indicam o uso de janelas e materiais claros no piso, móveis e paredes.

Armários também não devem preencher a parede por completo, o que aumenta a sensação de leveza. Outro diferencial para as cozinhas estreitas são as pastilhas que podem ganhar maior destaque no ambiente. Mas, sendo a cozinha larga ou fina, cabe tudo nela: basta saber planejá-la.