Área restrita

Notícias

Comportamento durante a Copa do Mundo

Comportamento durante a Copa do Mundo

Apesar da estar chegando perto o final da Copa do Mundo, ainda restam algumas partidas. Normalmente neste período ocorrem muitos conflitos entre moradores e o número de reclamações e multas aumentam bastante.

Estamos divulgando uma lista com dicas de comportamento, organização e segurança para serem seguidas. Através da colaboração de todos podem ser feitas comemorações divertidas, sem incomodar ninguém.

Uso do Salão de Festas:

O salão de festas trata-se de uma área comum do prédio. Caso os moradores decidam que haverá transmissão dos jogos nessa área, a aprovação e o uso do espaço devem ser confirmados em assembleia condominial.

Os moradores que utilizarem o salão devem respeitar a convenção e o regulamento interno do condomínio, seguindo as regras e respeitando as determinações. Atenção para detalhes como: horário para início e término de uso, como será feita a reserva, em que condições o morador deverá entregar o salão, se haverá ou não taxa para utilização, qual a destinação desta taxa. No caso de danos e avarias, vale lembrar que, no ato da reserva, é necessário fazer uma vistoria com quem está reservando o salão, acompanhado de um funcionário do condomínio ou do próprio síndico. Desta forma é mais fácil notar se houve ou não dano á área após a festa.

No caso de locação de equipamentos para transmissão ou gastos com decoração, bebidas e aperitivos a serem custeados pelo condomínio, a verba também deve ser aprovada previamente em assembleia.

Reunião nas unidades ou convidados para o salão de festas:

Os moradores que desejam receber amigos e convidados nos dias de jogos ou confraternizações no salão de festas devem estar atentos a segurança. Uma prática segura e responsável é disponibilizar ao porteiro e/ou zelador uma lista com os nomes e número de identificação dos convidados. A lista deve estar disponível na portaria. Cabe ao síndico instruir os porteiros sobre como devem agir nesses dias, já que a movimentação de pessoas pelas áreas costuma ser mais intensa nessas datas.

Segurança:

Nos dias de festas o condomínio costuma registrar maior movimentação de pessoas, fluxo de veículos e circulação de prestadores de serviço. São esses momentos os preferidos dos ladrões. Os criminosos se aproveitam do caos, da movimentação intensa, e descobrem a vulnerabilidade da segurança dos edifícios. Neste caso, os cuidados devem ser redobrados. Os síndicos devem cobrar da equipe de segurança mais atenção, cuidados redobrados na portaria, checagem dos veículos, utilização da garagem e olhares atentos para as câmeras de segurança.

Barulho:

Momentos de descontração, celebração dos gols, vuvuzelas e cornetas são permitidas. Mas para comemorar e torcer os moradores e seus convidados devem manter o limite do bom senso e não exagerar no barulho. Vale lembrar que mesmo que os principais jogos sejam transmitidos durante o dia, se a celebração se prolongar, o horário de silêncio deve ser respeitado. Não se esqueça, a Lei do Silêncio, em geral, é no período entre 22h e 8h.

Bagunça e Sujeira:

Quando soa o apito final do juiz, deve ter início outra preocupação além do placar da partida. A bagunça e a sujeira que costumam se espalhar pelo local. Os restos da festa são de responsabilidade do condômino que reservou o espaço. Mais uma vez, a convenção e o regulamento interno do condomínio devem ser seguidos à risca. Se houve pagamento de taxa de utilização, a limpeza fica sob responsabilidade da equipe de conservação do condomínio é de bom senso que o morador não deixe o espaço bagunçado, mas que acumule o lixo em sacos, separe recicláveis e verifique objetos pessoais.

Fonte: Sindico Net